Festa marca ultima seção de quimioterapia

Tamanho da fonte do texto: Maior (A+) | Menor (A-)

 

A manhã dessa terça-feira (23/02) foi diferenciada para os pacientes do Hospital do Câncer “Dr. José Figueiredo”, em especial para o paciente José Salvador da Silva de 73 anos e ainda solteiro. Com um câncer controlado no intestino, o senhor José Salvador passou pela última seção de quimioterapia, tratamento iniciado no dia 1º de setembro do ano passado e que teve a sua primeira etapa concluída hoje. A alegria não foi somente de José Salvador, mais dos demais pacientes, enfermeiras, voluntários e toda a diretoria da unidade de saúde.

Alegre e extrovertido José Salvador da Silva, sempre enfrentou as seções do medicamento em alto astral, permitindo brincadeiras com as enfermeiras do setor e demais pacientes em tratamento. Natural de Santo Inácio, município de Coromandel, mudou-se para Patrocínio quando ainda tinha 40 anos de idade. É de uma família de 7 irmãos, dos quais 3 faleceram nos últimos 5 anos. Ele também perdeu duas sobrinhas, uma delas devido ao câncer. José Salvado contou as enfermeiras durante esse tempo de tratamento, que frequentou a escola durante um período que não sabe precisar ainda na comunidade de Santo Inácio, mais não conseguiu se alfabetizar mais nunca esqueceu o nome da professora Dalvina, que segundo ele sempre foi muito carinhosa com ele, confessa.

O irmão Mozart, residente no bairro Morada Nova, sempre foi o fiel companheiro nas seções de quimioterapia, sempre disposto a auxiliar o parente no que necessita. A televisão é a grande distração de José Salvador, que sabe toda programação da Rede Globo. Sobre qual atualmente mais lhe atrai, confessa que não perde um capitulo da novela “Totalmente Demais”.

É torcedor de carteirinha do Clube Regatas Flamengo do Rio de Janeiro e não perde um jogo sequer do clube do coração. Aos domingos não deixa de acompanhar a celebração da Santa Missa transmitida pela TV. Outro lazer de José Salvador é ouvir o programa de Gaspar Cândido, transmitido entre tarde de segunda a sexta pela Rádio Difusora AM, onde vez ou outra pode ouvir músicas da dupla sertaneja Gino e Gêno, de quem é fã incondicional.

O encerramento da primeira etapa do seu tratamento foi marcado com bolo, salgadinhos, refrigerante, sucos e até  balões. Questionado sobre o tratamento recebido durante esses últimos seis meses pelo Hospital do Câncer de Patrocínio, o senhor José Salvador afirma que: “gostou muito e não tem nada a reclamar”, afirmou. Ele continua a ser monitorado pelo médico do Hospital, oncologista Dr. Diego Franco e deve passar por nova consulta em meados de março próximo.

Luiz Cabral/ASCOMHCP

Notícias relacionadas

Site do Hospital do Câncer já esta no ar Desde a última sexta-feira, dia 1º de janeiro de 2016 o Hospital do Câncer de Patrocínio “Dr. José Figueiredo” passou a contar com mais importante fer...
Unidade Móvel do Hospital do Câncer volta atender ... Entre essa quinta e sexta-feira, dias 3 e 4 de novembro respectivamente, a Unidade Móvel do Hospital do Câncer de Patrocínio “Dr. José Figueiredo”, vo...
Câncer de intestino é o segundo mais comum em mulh... Embora o câncer de intestino seja um dos tipos mais comuns no Brasil, ainda pouco se fala sobre a doença. Segundo o INCA (Instituto Nacional do Câncer...
Eleita e empossada nova diretoria do Hospital do C... No início da noite dessa quinta-feira (07/01) foi eleita e empossada a nova diretoria do Hospital do Câncer de Patrocínio “Dr. José Figueiredo”, ocorr...