Festa marca ultima seção de quimioterapia

Tamanho da fonte do texto: Maior (A+) | Menor (A-)

 

A manhã dessa terça-feira (23/02) foi diferenciada para os pacientes do Hospital do Câncer “Dr. José Figueiredo”, em especial para o paciente José Salvador da Silva de 73 anos e ainda solteiro. Com um câncer controlado no intestino, o senhor José Salvador passou pela última seção de quimioterapia, tratamento iniciado no dia 1º de setembro do ano passado e que teve a sua primeira etapa concluída hoje. A alegria não foi somente de José Salvador, mais dos demais pacientes, enfermeiras, voluntários e toda a diretoria da unidade de saúde.

Alegre e extrovertido José Salvador da Silva, sempre enfrentou as seções do medicamento em alto astral, permitindo brincadeiras com as enfermeiras do setor e demais pacientes em tratamento. Natural de Santo Inácio, município de Coromandel, mudou-se para Patrocínio quando ainda tinha 40 anos de idade. É de uma família de 7 irmãos, dos quais 3 faleceram nos últimos 5 anos. Ele também perdeu duas sobrinhas, uma delas devido ao câncer. José Salvado contou as enfermeiras durante esse tempo de tratamento, que frequentou a escola durante um período que não sabe precisar ainda na comunidade de Santo Inácio, mais não conseguiu se alfabetizar mais nunca esqueceu o nome da professora Dalvina, que segundo ele sempre foi muito carinhosa com ele, confessa.

O irmão Mozart, residente no bairro Morada Nova, sempre foi o fiel companheiro nas seções de quimioterapia, sempre disposto a auxiliar o parente no que necessita. A televisão é a grande distração de José Salvador, que sabe toda programação da Rede Globo. Sobre qual atualmente mais lhe atrai, confessa que não perde um capitulo da novela “Totalmente Demais”.

É torcedor de carteirinha do Clube Regatas Flamengo do Rio de Janeiro e não perde um jogo sequer do clube do coração. Aos domingos não deixa de acompanhar a celebração da Santa Missa transmitida pela TV. Outro lazer de José Salvador é ouvir o programa de Gaspar Cândido, transmitido entre tarde de segunda a sexta pela Rádio Difusora AM, onde vez ou outra pode ouvir músicas da dupla sertaneja Gino e Gêno, de quem é fã incondicional.

O encerramento da primeira etapa do seu tratamento foi marcado com bolo, salgadinhos, refrigerante, sucos e até  balões. Questionado sobre o tratamento recebido durante esses últimos seis meses pelo Hospital do Câncer de Patrocínio, o senhor José Salvador afirma que: “gostou muito e não tem nada a reclamar”, afirmou. Ele continua a ser monitorado pelo médico do Hospital, oncologista Dr. Diego Franco e deve passar por nova consulta em meados de março próximo.

Luiz Cabral/ASCOMHCP

Notícias relacionadas

Menina entrega doações de gelatina Nessa segunda-feira, dia 02 de janeiro, fez uma visita oficial ao Hospital do Câncer de Patrocínio “Dr. José Figueiredo” a economiária da agência da C...
NOTA DE ESCLARECIMENTO     O Hospital do Câncer de Patrocínio vem, através da presente nota, esclarecer sobre os atendimentos de exames de mamografias iniciados no último ...
Veja como são altos os gastos do HC Patrocínio O Hospital do Câncer de Patrocínio precisa muito de suas doações.  Entre em contato pelo (34) 3831-9797 e saiba as várias maneiras de doar.
ACCAMP recebe doações de cestas básicas O psicólogo e diretor da Associação de Combate ao Câncer no Alto e Médio Parnaíba (ACCAMP) Dr. Danilo Rodrigues Cerqueira, recepcionou na manhã da últ...