Emoção no encerramento de palestras sobre câncer de mama

Tamanho da fonte do texto: Maior (A+) | Menor (A-)

Com momentos de pura emoção foi encerrado na tarde dessa sexta-feira (23/10), o ciclo de palestras sobre a doença realizada desde a última segunda feira dia 19. As palestras foram proferidas por Marilsaine Rosa de Freitas, paciente do Hospital do Câncer de Patrocínio “Dr. José Figueiredo”, convidada pela coordenação da Unidade Básica de Saúde do bairro Boa Esperança.

Durante essa semana todas as UBS da cidade intensificaram a campanha do “Outubro Rosa”, com debates sobre a saúde da mulher, realizando exames do colo do útero o papanicolau e as prevenções necessárias no câncer de mama. O objetivo principal foi o de conscientizar as mulheres a fazerem o alto exame, de mama, para prevenir a doença, que se diagnosticada com antecedência tem 99% de chances de cura.

Homenagens

Nessa sexta-feira a palestra foi acompanhada por mais de 70 mulheres e até homens que acompanhavam suas esposa e companheiras. Durante o evento Marilsaine Rosa de Freitas, recebeu várias homenagens como flores, vários presentes e até uma mensagem, enviada por paciente que emocionou a todos. A grande maioria das mulheres foi as lágrimas diante do testemunho de vida contato com detalhes por Marilsaine.

A palestrante foi surpreendida com uma apresentação musical por dois integrantes do Projeto Renascença do Instituto Bíblico Eduardo Lane, a presença do corpo clinico do Hospital do Câncer de Patrocínio “Dr. José Figueiredo” além de um grupo de mulheres que usaram lenços na cabeça como uma homenagem a Marilsane que se mostrou visivelmente emocionada.

Resultados

Para Andreia Ribeiro de Almeida, superintendente do Hospital do Câncer, salientou que o resultado não poderia ter sido melhor, já que o objetivo do “Outubro Rosa” é a conscientização das mulheres quanto ao alto exame e as mamografias.  Andreia argumenta que as palestras conseguiram atingir um grupo muito grande de mulheres. “Falarmos da parte técnica nos conseguimos mais a experiência de uma paciente ainda em tratamento tem um impacto maior junto das pessoas e também para Marilsane foi muito gratificante poder auxiliar um grande número de mulheres a enfrentar a doença de cabeça erguida e acreditando sempre em sobreviver”, adiantou Andreia.

Para a psicóloga da UBS do bairro Boa Esperança Neusa Godinho, foi uma experiência extremamente diferente daquela em que estamos acostumados. “Conseguimos falar mais sobre a parte técnica de prevenção da doença. “E uma paciente com câncer e ainda em tratamento como a Marilsane que se dispôs a falar abertamente para esse grande grupo de mulheres, de forma simples, faz com que as pessoas percebem que a doença, mesmo que grave encarada se torna simples. “As dificuldades nós mesmos que colocamos”, salienta a psicóloga.  Neusa diz que os objetivos de tocar os sentimentos das pessoas foram alcançados.

Experiência

Marilsaine Rosa de Freitas analisa como uma experiência extremamente edificante e emocionante. “Só de saber que com a minha experiência de vida frente a doença, eu pude contribuir com pelo menos quatro pessoas, que tiveram um histórico parecido com o meu. E ao conhecerem o meu testemunho tiveram forças e decidiram dividir a situação com os familiares e a procurarem um médico para tratamento é algo que nem sei bem como explicar isso dentro de mim”, explica Marilsaine.

Luiz Cabral/ASCOMHCP

 

 

 

 

Notícias relacionadas

HC de Patrocínio recebe fraldas doadas por funcion... Poder judiciário realizou campanha e doou 107 pacotes dentro das atividades do ‘Outubro Rosa’ Ao longo do mês, o Judiciário realizou uma campanha p...
Campanha de comunicadora de São João da Serra Negr... Na foto, Dorinha faz a entrega a Silmara Rosetti, recepcionista do HC As comunidades rurais de Patrocínio também se destacam nas doações ao Hospita...
Meninas doam cabelo para pacientes do Hospital do ... Um lindo gesto de amor... A consciência da importância do Hospital do Câncer de Patrocínio e como ajudar os pacientes muda a vida destas pessoas ve...
‘Dezembro Laranja’ alerta para o cânce... Entre outras ações, dermatologistas voluntários irão orientar a população sobre os riscos da exposição excessiva ao sol No dia 1º de dezembro, ...